quinta-feira, setembro 1

Dia ( meses ) de fúria


Adriana, você ganhou na loteria e está agora vivendo em Bora Bora? Não caros leitores, muito ao contrário, estou trabalhando feito um cão.

Vocês se lembram do filme "Um dia de fúria"? Então, um dia vou surtar daquele jeito e vou estrangular o OldFart, que merece um nome novo, piorado. Vou encurtar bem a história, mas digam aí o que vocês fariam.

Tivemos na semana passada nossa revisão financeira anual. Cada comprador tem que preparar uma apresentação com todos os números do ano inteiro, projeções pro ano que vem. Meu trabalho é ajudar cada um, principalmente os novos, compilar os números deles e fazer os números do meu departamento, daí vai pro diretor, ele compila os números do nosso grupo ( somos 2 departamentos ), reporta à finanças, e só depois de aprovado podemos apresentar para o diretor member of the board, cada comprador apresenta sua parte, eu apresento os resultados do departamento, o direto do grupo. Manjou né, escadinha de tarefas, um lá embaixo faz meleca, tudo vira meleca.

Todo mundo trabalhando feito uns loucos nos números, e o OldFart passeando. Neguinho arrancando cabelos, OldFart passeando, chegou o dia do primeiro review comigo e ele tinha 2 das 18 páginas prontas. Como se ele fosse um adolescente eu reservei uma sala pra ele, levei o laptop dele pra lá, cancelei duas reuniões: Old Fart, você vai terminar esse report NOW. E ele fez bico, e ele enrolou. Long story short, depois de 3 reuniões comigo, a data final chegou, a apresentação dele muito marromenos, eu pressionei, ele terminou, eu peguei os números, passei um dia inteiro calculando o total, outro dia inteiro com meu diretor consolidando os numeros do departamento, reportamos pra finanças, que alívio, tudo pronto pra apresentação no dia seguinte!

Um dos rapazes me diz: dá uma olhada nas apresentações no sharedrive, OldFart ficou até tarde ontem modificando os numeros. Eu surtei. Ele achou vááários erros nos números dele, arrumou pra não passar carão em público na hora da apresentação pro Board, mas com isso todos os números da minha apresentação e da apresentação do meu diretor ficaram ferrados. Eu já estava estressada, explodi. Fui à mesa dele, mandei-o retornar os números para o original reportado, ele se recusou, disse que eu o pressionei e dei pouco tempo pra ele conferir os números ( a apresentação está marcada a 5 meses!!!! ), que nosso diretor deu pouca atenção à apresentação dele, e que já que a apresentação dele ainda não tinha sido impressa ele iria mudar sim. Deus desceu do céu, encarnou em mim, e naquele minuto eu só respondi: eu vou limpar sua bagunça e conversamos depois.

E semana que vem teremos o "depois", é a reunião face-to-face que eu tenho com cada um dos meus funcionários a cada 15 dias.

Eu ODEIO esse funcionário. Odeio os princípios dele, a forma dele se comportar. Ele está aqui a um ano e ele AINDA responde "me disseram que esse contrato é assim", "alguém no passado negociou assado", ele não assume responsabilidade por nada! No dia que eu falei pra ele retornar a apresentação aos numeros anterior e mencionar que ele cometeu um erro, o véio tremia e ficou vermelho que nem um tomate podre, olhos estalados que nem uma rã.

Mas infelizmente eu não tenho "ainda" ( saravá Iemanjá ) não tenho o poder de fazer o cara tomar o rumo da roça, e também não quero ser aquela chefe que "marca" o funcionário, mas serioulsy, vou morrer com esse cara no meu grupo. Preciso ser diplomática, preciso ser cautelosa, mas ainda assim preciso me livrar do dito.

Tô quase acabando. Há dois meses o diretorzão pediu pra eu escolher: gerência do departamento ou projeto brasileiro. Me partiu o coração mas eu tive que escolher gerência do departamento, porque é o melhor pra minha carreira. E é lógico que o véio tá contando que eu vá para o projeto, afinal eu sou brasileira, e deve estar cronometrando os minutos. Semana passada foi anunciado no board meeting que eu não irei pro projeto e o véio ficou tão perplexo que levantou a mãozinha e pergunto: mas tem lógica, ela é a única brasileira da empresa… gente, juro, a cara de desespero dele foi até engraçada. Maledeto.

E agora povo, conselhos por favor. Minha vontade é de jogar o nome dele na boca do sapo. Estou com ódio mortal, passo horas ruminando sobre esse desgraçado, naquela semana fiquei tão irada que depois que terminamos a apresentação fui pra casa, tomei um Aleve pra garganta e quase morri de dor de estômago, vomitei 3 dias, até água me dava dor de estômago, e ainda não estou uma Brastemp.

Pergunta: mandinga, cogumelos venenosos ou laxante no café?

11 comentários:

Simone Westerduin disse...

Adriana eu sei o que é passar raiva, mas tanta raiva de vomitar e dar dor de estomado e não dormir a semana toda remoendo, eu sou assim, ainda mais se você não tem a autonomia de chutar esse véio do seu grupo.

Gente como pode, ninguém vê? Não tem pra quem reclamar? Isso é de causar burnout em qualquer um.

beijos e paciência.

Joaninha Bacana disse...

Pra ele, eu nao sei. Mas pra você, ioga, muito ioga (tô fazendo, e tá me ajudando um monte)!!! Porque com um stress desses, só ioga salva!
Beijocas, e boa sorte com o OldFart! Ninguém merece!!!

Adriana disse...

Sem dúvida, laxante...

vcdarcie disse...

Não consigo entender como esse veio conseguiu o emprego e pior, como ele continua nele. Acho que voce deveria botar a boca no trombone, voce disse nao ter o poder de mandar ele embora, mas pode explicar a situacao para quem tem esse poder.Se ainda assim quiserem mante-lo q seja com outra chefia e voce possa contratar uma outra pessoa ora bolas... Afinal vc nao eh obrigada a ficar com alguem que nao quer no seu grupo ne?!

Eliana disse...

Meu...se livra deste encosto...devolve pro mar! Use de toda a sua diplomacia, simpatia para mandá-lo para outro departamento. Ele não se encaixa no grupo, gente! Tanto que teve a cara de pau de perguntar do motivo pelo qual vc não ía pro projeto brasileiro...ele tá com medo tb. Bom,depois dessa quem sabe ele toma jeito...mas acho pouco provavel. Enfim...conte-nos depois a tal "conversa"com ele rs...o povo quer saber!

Maria disse...

Laxante no café...

Helga disse...

Bota o nome dele no freezer, é batata.
Beijos

Bia disse...

Laxante não, senão ele emagrece mais ainda (ele tá fazendo dieta, não é?Aí o pior será o ego dele - que parece ser gigantesco...). Vai no diretor, explica o caso e espere a reação. Se ele mandar vc "engolir", ele ao menos estará ciente do que rola. Por outro lado, ele até pode dar a solução que vc tanta espera e anseia... Quem sabe? Boa sorte!

Marcita disse...

Dri,
Eu te entendo.
Não faça nada. Deixa que ele mesmo se enrole. Não tinha como você avisar a algum diretorzão que o cara tinha errado?
E se você o sobrecarregasse de trabalho?

vickie disse...

Amiga,
Sera que ele tem uma baiana larga e por isso faz o que quer? As vezes ele eh protegido de alguem, sei la... eu se fosse voce iria "congelar" o dito cujo, quer dizer, esquecer que ele existe, nao dava mais trabalho pra ele, deixava ele completamente sem fazer nada. E, principalmente, rezava muito para manter a minha paz interior. Tranquilidade, sim, eh importante para sua vida e bem-estar. Passar mal por causa desse sujeito? Cruz credo...

vickie disse...

Amiga,
Sera que ele tem uma baiana larga e por isso faz o que quer? As vezes ele eh protegido de alguem, sei la... eu se fosse voce iria "congelar" o dito cujo, quer dizer, esquecer que ele existe, nao dava mais trabalho pra ele, deixava ele completamente sem fazer nada. E, principalmente, rezava muito para manter a minha paz interior. Tranquilidade, sim, eh importante para sua vida e bem-estar. Passar mal por causa desse sujeito? Cruz credo...