quinta-feira, setembro 20

Facebook é coisa do capiroto

Eu contei pra vocês outro dia a saga do meu ex pé na minha bunda, o Eduardo.

O Fernando foi o namorado depois daquele, eu tinha 19 anos. Ele foi o meu momento-canalha, eu já sabia que qualquer relacionamento com ele não iria pra frente, ele era aquele cara simpático e carismático, sem um pingo de vontade de se esforçar na vida para o que quer que fosse. Mas ele era uma diliça: altão, moreno, olhos verdes, bonito mesmo. Então, já que quem eu queria não me queria, porque não me divertir um pouco?

Ficamos juntos um ano, mas o final foi bem chatinho, eu além de estudar estava fazendo estágio, não tinha tempo pra ficar indo em festinha durante a semana, ele saía do trabalho e não tinha o que fazer, brigamos brigamos brigamos, terminamos – mas vamos ser amigos.

*** pausa para momento filosófico: não acredito em amizade depois de namoro, acho que cada um tem mesmo é que seguir seu rumo, evitar se encontrar, fazer que nem na música do Gotye – pedir pros amigos buscarem seus CD’s e mudar o numero do telefone ***

O Fernando estava sem trabalhar, foi ficar “uns tempos” na casa do meu irmão em Curitiba, era pra ficar 5 dias, ficou 6 semanas. Nesse meio tempo eu fui visitar, ele me pediu dinheiro emprestado, eu emprestei, enfim… ele foi espertinho, eu fui uma trouxa.

E sabendo que fui trouxa, tive que ouvir, meses depois, numa mesa de bar, que o cara saía por aí falando pra todo mundo  “como a Adriana era trouxa”. Maledeto!

Hahahaha, episódio engraçado: estávamos num aniversário alguns meses depois, só as meninas, e saiu assunto Fernando, e eu é claro meti o pau, contei pra todo mundo das semanas na casa do meu irmão sem ajudar nas despesas, da grana que eu emprestei ( e nunca vi de volta ), que o cara era um idiota e coisaetals, quando alguém fala – eu estou namorando com ele. Hi hi hi. A M.

M. e Fernando namoraram 18 anos! Não moraram juntos, não noivaram, namoraram 18 anos! Casaram no ano passado.

E apesar de ser stalker de ex, aquele eu não procurei, mas acabou “caindo no meu colo” via as fotos da M., que me adicionou. Geeeeeente, o cara está pesando uns 230 Kg, está deformado. Deu aquela alegriazinha básica de ver o fulano um bofão – sorry, sou picuinhenta mesmo, muito Rachel – não Rutinha.

Povo, devo me sentir mal por ter esse ínfimo momento de alegria vendo gente ruim se ferrar? Sou só eu, só eu que sou gente ruim? E o pior: o cara é vendedor de seguros! Juro!

Uma amiga me disse: vai ver que ele viu suas fotos e pensou o mesmo. Ara! Não tô tão ruim, acho

Facebook é coisa de gente ruim, como eu :D

4 comentários:

Daniela Pedrinha disse...

Eu adoro achar esses ex escrotos e ver como a evolução não é para todos... ri mto com seu post!

Paty Nunes disse...

Oi Adriana, vou lhe contar um “causo” como dizem na terra da minha mãe:
Nossa “Mocinha” estava na casa dos 30, não era nenhuma modelo, mas era uma moça bonita, inteligente e bem sucedida. Namorou um “Fernandão” e acabou sendo trocada por uma Sujeita mais nova, rata de academia, “bonitinha mas ordinária”. A Sujeita fazia muito sucesso no “departamento masculino” e aos 22 aninhos já havia destruído alguns relacionamos e até sido responsável pelo final de 1 casamento. Para surpresa de todos, a Sujeita conseguiu levar o Fernandão para o altar!
O tempo passou e nossa Mocinha completou 42 anos, casada, feliz , também mora fora do país e tem um padrão de vida confortável!
Final do ano passado, nossa Mocinha viu fotos de uma festa no Facebook de uma amiga e quase teve que esfregar os olhos para ter certeza que não era uma alucinação! A Sujeita estava lá, pesando uns 120kg e como é baixinha estava parecendo um “botijão de gás”. Esta era uma das expressões maldosas que o Fernandão costumava usar para caçoar das gordinhas que padeciam na academia para perder peso!
Dois meses atrás, nossa Mocinha estava de férias no Brasil com o maridão e foram convidados para um churrasco para comemorar o aniversário do filhinho de um amigo. Coincidência ou destino (chamem do que quiser!), o Fernandão, a Sujeita e o filhinho deles estavam presentes, pois os garotinhos são coleguinhas!
Nossa Mocinha teve que segurar aquele sorriso de satisfação quando viu o queixo caído do Fernandão e o olhar fuzilante de inveja da Sujeita ao “adentrar o recinto” usando um macacão jeans coladinho, manequim 38. O pior foi que os outros convidados também notaram!
Nossa Mocinha já voltou das férias e soube pela esposa do amigo que o episódio rendeu muita “fofoca” e que a Sujeita vez ou outra “quebra o pau” com o Fernandão, acusando-o de ter ficado babando a ex... Problema deles né?
Parece novela mas não é!

Marcia disse...

Alemão tem palavra para isso - Schadenfreude!

Juliette disse...

Adriana,

Acabei de assistir o globo reporter de ontem que mostra a Croacia e lembrei de voce. Primeiro porque vc adora viajar e eu nunca vi um lugar tão lindo. Segundo porque lá tem um museu dos coracoes partidos com objetos que representa o fim daquela relacao e um pequeno resumo ao lado da peca (tinha até machado rsrs)...tem também um livro onde vc pode deixar um resuminho de algo que te marcou (tem uns depoimentos brasileiros). Bom, achei a reportagem muuuuuuito legal e acho que vc vai gostar...vai no site da globo e clica no final da página em Globo reporter que dá para assistir o programa todo.

bjk