sexta-feira, agosto 24

Ziek Melding

Ziek Melding: ligar para dizer que está doente e não vai trabalhar.

Essa semana inteira eu tive dores de cabeça fortes, e mandei muito paracetamol goela a baixo. Ando evitando muito tomar Neosaldina, porque meu estoque anda baixo e porque a cafeína me deixa ligadona ( tomo paracetamol sem cafeína ). A semana inteira dando desculpas, é o low carbs, é a falta de açúcar, é o calor. Mas na verdade, o que rolava era estress absurdo no trabalho, muito entra e sai no departamento - um barulho infernal já que a gente tem open plan, e a secretária que deixa o rádio ligado 24/7, enfim...

Ontem vim pra casa e não conseguia jantar, de tanta dor. Cada fechada de mandíbula parecia que o cérebro ía explodir. Deitei, melhou um pouco, decidi comer franguinho, batata cozinha e brócoli, desceu bem mas a dor de cabeça continuou e foi ficando mais forte. Comi um doce, por certo era falta de açúcar e o desespero estava grande. Nada. Foi então que apelei para o último dos últimos dos últimos recursos: tomei um tandrilax.

O Tandrilax é um remédio brasileiro, relaxante muscular, que é tão forte que o Bart tomou uma vez e se desesperou, dizia que não sentia as pernas. Pois eu tomei o bicho e em 30 minutos estava quase livre da dor de cabeça, ficou aquele pequeno resquício.

Fui dormir cedo, dormi bem. Acordei, a bendita dor de novo latejando. Meu olho esquerdo estava até mais fechado que o direito, liguei pra empresa, só a secretária estava disponível, avisei que não iria trabalhar. Tomei 3 paracetamóis e fui de volta pra cama, dormi até 11 quando o senhor do departamento médico da empresa veio verificar se eu estava mesmo doente.

Agora estou acordada, razoavelmente sem dor ( ainda aquele pequeno resquício ) mas estou morrendo de arrependimento: devia ter tomado tandrilax de novo e devia ter ido trabalhar. Estou ultra preocupada com os problemas todos por lá, e estou até pensando em tomar um banho e ir-me. Sou uma anta, eu sei, e isso não é normal. Sentimento de culpa. Já fico imaginando todo mundo apontando o dedo pra mim e falando: olha lá, ela sabia que com um Tandrilax dava pra ter aguentado umas horas e mesmo assim ficou em casa; e meu chefe, que vou falar pra ele? Burra eu, eu sei que ninguém vai nem ligar...

Então, vou sair agora do computador, vou deitar no sofá de novo, ver uma TVzinha e olha lá.

Boa sexta

2 comentários:

Joaninha Bacana disse...

Eu achei mega sábio você ter ouvido teu corpo te dizendo: 'fica em casa e descansa, que tá precisando' :-) O corpo sempre acha uma maneira - melhor ouvir logo e dar uma descansada rápida, do que tomar o remédio maluquete, ir trabalhar e ter um piripaque mais prá frente :-)
Tinha uma época que eu tava a mil e nao parava com nada - até que quebrei o pé (assim, do nada, no meio de uma aula de dança, nao fazendo nada maluco) e TIVE que sossegar por três meses. Como eu disse, o corpo sempre acha um jeito da gente dar uma parada quando é preciso :-)
Boas melhoras, e bom final de semana!
P.S. Sério que o senhor do departamento médico da empresa veio te ver? Meu marido trabalha na Holanda e me contou sobre a prática deles fazerem isso, mas achei que isso nao acontecia quase nunca :-)

Mind disse...

Cuidado , a diferença entre a dosagem terapêutica e a dosagem tóxica do paracetamol é muito pequena.. paracetamol é muito tóxico para o fígado.

Atente a bula para saber a dosagem recomendada , se ele não estiver resolvendo o problema consulte um médico.