segunda-feira, julho 6

Eu sou uma foca ( né, Alice? )

Eu ando muito desapontada comigo mesmo.

Desapontada porque certas coisas que eu quero ou preciso fazer dependem de uma certa dose de "self-sacrifice", e eu acabo sempre empurrando com a barriga e adiando. E o resultado lógico é que o que eu tanto quero acaba não acontecendo, e eu fico frustrada, e viro uma véia reclamona.

Minha prioridade no momento, é melhorar minha condição física. Pra mim, é até mais importante que emagrecer. Ando botando a língua pra fora pra subir até o zolder, e isso é assustador, afinal eu "pareço" uma véia reclamona, mas não sou ( véia )! A bicicleta tá juntando teia de aranha, a Chalene tá engavetada, o Zumba nunca deixou o hard-drive.

Depois tem o regime em si. Empolgadésima com os Vigilantes, super viável, mas… ando trabalhando feito uma louca, sem inspiração pra cozinhar, ansiosa, o que me leva a beliscar. Depende de mim, eu sei, mas sendo sincera, eu não tô conseguindo fechar a boca. Eu sinto muita falta aqui de certas facilidades que o mundo civilizado tem. No Brasil, assim como nos USA, você pode comprar o pacote de comidinhas dos Vigilantes prontinho, entregue na sua casa. Nos Eua eu não sei, mas a empresa que entregava em São Caetano era muito boa e a preços bem justos. Aí é mil vezes mais fácil resistir à tentação, você não tem que ir pro fogão, e na hora que bater aquela fominha, é só pegar a porção do lanchinho já separadinha, você não tem que resistir à tentação que é ir ao mercado procurar suas comidas diet tendo que resistir à prateleiras e mais prateleiras de cookies, e pães, e massas…

E outra coisa que eu queria fazer é melhorar o holandês. Não porque eu realmente queria, mas porque eu preciso. Puxa, eu não sei mais o que fazer pra gostar um pouco mais dessa língua… Eu tento, como diz uma amiga minha, abrir o coração, mas não rola! Sabem, eu achei que ía ser facinho facinho… Na minha primeira viagem ao México fiquei encantada com espanhol, já me imaginava falando aquelas melódicas palavras, corri pra escola de espanhol. Estudei no Cel-Lep, que era uma escola bem puxada, por 3 semestres, e saí de lá falando bem legalzinho, me dava um prazer enorme falar espanhol. Com o italiano foi bem parecido, pena eu não ter podido terminar o curso, pois foi bem na época que eu operei, de noite eu já estava muito baleada pra acompanhar o curso… Mas também me dava um prazer enorme falar italiano. Eu sinceramente esperava que o Holandês fosse ser o mesmo… mas não é! A língua dói no ouvido, os sons são "raspados" demais. As músicas não são muito atraentes pro meu gosto, e as que eu "até ouço" não são suficientes pra melhorar minha fluência. Todos meus professores dizem que meu sotaque é bem suave, que meu nível já é bem compreensível, mas mesmo assim tem sempre um que não entende sua pronúncia, e é muito desanimador.

Tem uma vozinha no meu ouvido direito dizendo: Adriana, se sacrifique por 6 meses, faça o regime, ande de bike e sacoleje ao som do tal Zumba, re-leia seus livros de holandês e pratique mais, e em 6 meses sua qualidade de vida vai estar muito melhor.

Mas cadê, que lá do fundinho das minhas forças, eu consigo encontrar forças pra encarar mais esse touro e pegá-lo à unha?

Que raiva viu, eu tenho um problema, sei como resolvê-lo, depende só de mim, e no entando, cá estou eu empacada.

Eu sou uma anta. Ou para os que lembram do "causo": uma foca de merda.

8 comentários:

Alice disse...

Vc não é, está uma foca! vc sabe que minha mão amiga sempre está disponível. Força na peruca e raspex na garganta. Eu sou muito citada no seu blog, não sei se fico orgulhosa ou se cobro royalties! (o:

Kate Le Fay disse...

katia_Que isso Dri! Não seja tão exigente com vc mesma! Relax and enjoy your life... Qto ao holandês por que vc não faz um desses cursos de verão intensivos 4 horas por dia durante algumas semaninhas só para dar um upgrade? Take it easy :) Bjos

Eliana disse...

Vc descreveu exatamente o mesmo que eu sinto com relação a este idioma...mas quando estudamos outros idiomas e aprendemos maravilhosamente bem é porque tivemos bons professores e bons cursos. Aqui nem pagando vc consegue bons cursos, com boa didática, esta é a realidade! Mas...desanima, não! Há sempre uma luz no fim do túnel!

Adriana disse...

Cobra Alice cobra! hehehehe "Tamos" no mesmo barco!

Elis disse...

talvez um ansiolítico te ajude a resolver o seu problema. Controla a ansiedade e reduz essa necessidade "virtual" de comida. Virtual porque ela nao existe :)

Infelizmente, eu sei bem como é isso

Dani dutch disse...

OI Adriana, tudo bem?
Bom o idioma é terrivel mesmo, eita nos viu .. e o povo também não me entende ...
E andei quase 8 meses aproximadamente 1 hora por dia, estava sem condicionamento físico e com um belos de uns kilos a mais, agora tenho 8 a menos, mas a condição física ainda não está boa, subo escadas e chego morta..
Mas vamos chegar lá.. quem já chegou até aqui, e já passou por todas as dificuldades de morar fora do Brasil .. o resto tira de letra.. se nós morassemos mais perto passava na sua casa pra irmos andar juntas depois do nosso lavoro..
BJusss

Luiza disse...

Se vc encontrar a vontade e o prazer de estudar holandes por ai... Pleeease... Me avisa pq tb preciso encontrar! LoL HEHEHEHE

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,