segunda-feira, julho 20

Juízo no sentante


Estão começando a construir a nova parte do bairro ao lado da minha casa. Onde antes tinha uma ruazinha de acesso, agora tem uma ruazinha de terra, onde a prefeitura vai plantar umas graminhas e umas árvores. Durante o final de semana todo ficou um pai com duas crianças pequenas, o menino de uns 6 e a menina 3 ou 4, pra cima e pra baixo num quadricículo motorizado, desses movido a gasolina, que vai super rápido, e faz um barulho que parece que o mundo acabou. Passamos o final de semana inteiro irritados com a barulheira, e eu apavorada de uma das crianças despencar numa das valas laterais e se machucar.

Hoje pela manhã, o vizinho me perguntou se eu vi o acidente. Não vi, eu estava no cinema, e o Bart estava com fones de ouvido ( pra tapar a barulheira ) e também não ouviu. Parece que a menina bateu numa pedra, se apavorou e tombou com o quadriciclo, e aparentemente perdeu um dedinho, acho que da mão ( o vizinho falou vinger, e eu acho que vinger é só da mão ).

Onde tá o juízo de um pai que dá um brinquedo desse pros filhos, no sentante? Sou eu que sou neurótica, ou a função dos pais é proteger os filhos? Veja que eu não estou falando de ser super protetor, de não deixar o filho brincar na terra, de ir na casa do amiguinho, tô falando de dar um veículo motorizado na mão de uma criança de 4 anos!

Tem coisas que os pais podem até não fazer por mal, por exemplo, aquele dia que eu falei do bebê no cinema, e dei o exemplo de uma ameaça de incêndio, sério mesmo, quando aconteceu, eu mal conseguia segurar minha bolsa, quem dirá um bebê no colo. Aí os pais podem pensar: ah, as pessoas vão ver que é um bebê e vão ajudar ( duvido ), ou ah, aqui na Europa e povo vai ser mais calmo na evacuação ( foi um pânico e desorganização total ), mas pra quê arriscar? Isso que eu não consigo mesmo mesmo mesmo entender: pra que arriscar? É que nem esse pai, não podia dar um triciclo, quadriciclo desses de pedalar? A criança teria se divertido menos? Repito a pergunta: pra quê arriscar?

Sempre achei que ser mãe / pai, é colocar o filho primeiro. É pensar no bem-estar e segurança dos filhos primeiro. É adequar sua vida em função dos filhos. Não, não digo se anular, viver em função das crianças, mas tem gente que age como se tivesse comprado um cachorro! Cansei de ver no Brasil pais que vão pra praia e ficam ali nos guarda-sóis entornando todas ( ah, é só uma caipirinha com camarãozinho pra desopilar ), "de olho" nas crianças no mar, e as crianças se distraem e acabam indo mais pro fundo, ou vão mais pra direita ou esquerda, os pais se distraem no bate-papo, acaba a criança sendo resgatada pelos salva-vidas ou porque estão perdidas, ou porque tomaram caldo. Um perigo! Custa ficar um ali na água com a criança, nem que seja numa daquelas cadeirinhas de abrir, nem que for só pra dizer: fulano, mais pro raso, ciclano, não vai tanto pro lado de lá…

Quer ir pra praia manguaçar sem compromisso com a vida? Não tenha filhos! Quer ir pra restaurante chique com cristais e mil talheres? Não tenha filhos. Quer sair de férias culturais pra ver museu todo ano? Não tenha filhos.

Que buósta viu, agora fico com a imagem da menininha, loirinha, com um lencinho tipo bandana no cabelo, sem dedinho. Bah, estragou meu dia!


7 comentários:

Camila disse...

Na última visita à casa da minha sogra, na Floresta Negra, li no jornal local uma notícia sobre o atropelamento de uma menina de 6 anos.
A estrada, que é a única saída da cidade, desemboca numa estrada maior, os carros que passam por ali sempre aceleram bastante e a visibilidade nao é das melhores. A menina tinha ido, junto com uma outra menina de 11 anos, colher cerejas pros pais venderem. Atravessaram a estrada e foram atropeladas. Fiquei possessa com isso, quem deixa uma crianca de 6 anos atravessar uma estrada, sem faixa de pedestres, onde os carros passam a mais de 80km/h?
Minha sogra ainda quis justificar "ah, a menina de 11 anos tava junto". Caramba, ela é uma crianca tb. E crianca nao tem que assumir uma responsabilidade que é dos pais.
E concordo com vc quanto ao pai dessa menininha ser um tremendo irresponsável. Coitadinha!

Ana disse...

A pessoa vira pai, mas continua pensando primeiro em si. A mae que carrega criança de colo pro cinema sabendo que o filho nao vai entender patavina, tá pensando nela o que é muito legitimo. A mae que larga a criança no apartamento pra ir pra festa no condominio (como aquela que a menina se atirou da janela) pensou nela; os pais da Madeleine deixaram a criança supostamente num quarto de hotel sozinha, e assim por diante. Ou seja essa capacidade de doação varia muito e no seu caso nem se trata de uma questao de classe social. Resumindo, nao é porque a pessoa botou um filho no mundo que deixa de ser ignorante. beijocas.

Ana disse...

Alias é por vc pensar assim que vc hesita em ter filhos, pq a maioria vê isso como algo natural, ou seja sao adeptos da teoria do "tudo se ajeita", "onde come um come dois", "filho se cria"...mas filho nao é um gato que vc pode sair e deixar em casa 24 h sozinho (eu nao faço isso nem com o meu gato).

Glória disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sheila disse...

Puxa, que triste!! Tadinha da menininha.

Mas é isso mesmo, qdo temos filhos, é preciso abrir mão de muitas coisas por eles. Não exatamente viver em função, mas na função. Pois os filhos crescem,e aos pouquinhos vamos podendo voltar a fazer coisas que antes não fazíamos.

Liliane Gusmao disse...

Achei absurda essa estória!
Aqui no predio onde moro tinha uma criança de 6 anos que andava numa moto movida a bateria, no meio do estacionamento sob supervisão de uma babá!! Quando questionado e informado da proibição dessa atividade no estacionamento, o responsável pela criança disse que ela brincava no estacionamento pois se deslocar para um local apropriado (parque) é muito perigoso, como se andar numa moto dentro do estacionamento do prédio fosse uma alternativa segura!!!
As pessoas pensam mais em suas proprias conveniencias do que na educação ou segurança de seus proprios filhos isso é realmente lamentável!!!
Conheço uma adolescente que sofreu um acidente com um troço desses e passou 2 meses no hospital se recuperando!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,