sexta-feira, julho 2

Cartilha Caminho Suave: Interpretação de Texto


Não me incomoda gente que pensa diferente de mim. O que me incomoda é gente que matou as aulas de interpretação de texto na escola e vem escrever besteira sobre meus posts.

A blogueira dona desse (http://minha-essencia.blogspot.com/) blog , escreve sobre a minha "infeliz frase" sobre o nadador famoso casando com a dançarina de pagode. Pois eu pergunto, e tá o post alí embaixo como "material de consulta", onde foi que eu desmereci, fiz pouco, ou tive preconceito contra a dançarina de pagode?

Achei o casal bizarro porque como é que um nadador famoso pelos muitos títulos ( que deve passar a maior parte do dia treinando e competindo, convivendo em círculos muito diferentes do da dançarina de pagode ) cruza o caminho de uma dançarina de pagode? E a resposta vem na mesma matéria que fala do casamento: no programa A fazenda da rede Record, fato que eu não sabia porque não tenho como assistir a Rede Record por aqui, que é aliás como eu começo o post, dizendo que não assisto Record, o que teria deixado claro minha linha de raciocínio, não fosse a blogueira leitora ter matado as tais aulas de interpretação de texto.

E daí evoluiu pra Adriana a preconceituosa. Eu? O preconceito tá é na cabeça de quem enchergou uma crítica à dançarina de pagode no que eu escrevi. O preconceito está em, sem me conhecer, nunca ter visto minha fuça ou falado comigo, assumir que eu menosprezo quem dança pagode. Macaco senta do rabo e ri do rabo dos outros.

E já que eu tô gastando dedo, cê jura que você escreveu mesmo que "o amor não escolhe profissão, bladibla, não escolhe nada?". Juuuura que você pensa mesmo assim? Na minha casa, quando eu aparecia com namorado novo, minha mãe logo perguntava: o rapaz trabalha ou estuda, fuma, bebe? Vai ver que na sua tava tudo bem namorar com um bebum preguiçoso, porque afinal amor não escolhe nada, mas eu aprendi bem ao contrário viu. É por ter gente que pensa como você, e ensina os filhos como você, que 55% dos casamentos brasileiros acabam em divórcio. Amar, viver junto, casar, é difícil pacas, conviver é difícil pacas, dividir o mesmo teto, decidir onde gastar o dinheiro, quando ( e se ) ter filhos, pô decidir a cor do piso laminado é difícil, dá pra embarcar numa nessa "sem escolher nada"?

Me "polpe" até eu virar suco, viu. Ter paixonite, foguinho no rabo, dar umas ficadas, sem "escolher nada" até vá lá. Lavou tá novo. Mas, amar… meo tem que escolher muito. E vai ensinando sua filha ( ou filho também ) a escolher MOITO. O fulano trabalha/estuda, não tem vícios ( como a vovó sempre pergunta ), tem os mesmos objetivos de vida que eu tenho, temos coisas do dia-a-dia em comum ( filmes, música, hobbies, preferência por viagens ) porque casal que não faz coisas junto se distancia, o relacionamento vai pro buraco. E nivel sócio-cultural? Meo, passar uma noite fenomenal com um torneiro mecânico pode ser o máximo, mas o que é que você tem pra conversar ano após ano com um torneiro mecânico? Putz, tem tanto que escolher!

Bom, falei o que eu tinha pra falar, agora vou lá almoçar e começar a esquentar os motores pra torcida pro jogo hoje.

9 comentários:

Rafael disse...

Adorei que a Holanda ganhou o jogo de hoje contra o Brasil.
Infelizmente os mau-educados de plantão que estão churrasqueando na cobertura do prédio (que por sinal fica bem acima do meu apartamento), além de não aceitarem a derrota, ainda por cima estão gritando igual um bando de dementes, todos bêbados. Que lixo conviver com gentinha assim em condomínio.
Mas amei mesmo, muito, muito, que a Holanda ganhou e espero que ganhe a Copa.

Liliane Gusmao disse...

Adriana,
desculpe o comentário longo.
Adorei seu post, ele me fez lembrar da época em que trabalhei numa empresa familiar que só tinha de funcionário eu e mais dois outros o resto era familia... O meu chefe supra-sumo da grosseira e ignorância, era casado com minha colega de sala, um doce de pessoa super bem educada, um anjinho!
Um dia perguntei a ela se ele tinha mudado muito depois de casado por que eu não entendia como era possível ela ter casado com aquilo! Resposta foi essa: Ah voce sabe que o amor é cego e ninguém escolhe por quem se apaixona!
Nesse dia eu pensei comigo que demorei dez anos procurando um cara que se adequasse ao perfil de pessoa com quem eu queria dividir a minha vida... É claro que gente perfeita não existe mas acho que é preciso escolher sim com quem ficar! Amor e casamento não são doenças que se contrai, sem querer, é sim uma escolha que fazemos e uma relação construída dia a dia...

flor disse...

Cara nao sei quem perde tempo comentando seus posts(tá tô comentando,não resisti) é sempre a mesma coisa,(passo aqui e racho de rir) não tem criatividade é sempre a mesma polemica preconceituosa de mal amada,lógico que não se vive só de amor. Mas dizer que um torneiro mecanico ou uma dançarina de pagode não tem nada na cabeça só porque eventualmente não fez faculdade e não tenha um emprego mas burocratico não quer dizer nada. Você por exemplo é totalmente alienada e racista(de que adianta estuadr tanto e ser totalmente tapada.) e se julga melhor que os outros no direito de generalizar pessoas que nem conhecem so pela profissão. E antes que diga porque perdi meu tempo comentando e antes que você delete o comentario deixe aqui um conselho não se julga um livro pela capa todo mundo tem sentimento seja ela torneiro mecanico, dançarina de pagode, medico ou que quer seja. Abra mais a sua mente. Só porque pessoas de nível social diferente se casam não quer dizer que não vai dar certo é díficil é mas não impossivel. Existe algo além de posição social e dinheiro que você talvez não conheça existe amor , respeito companheirismo,etc.Falei agora pode deletar.

samara disse...

HEHE! Rindo das bobagens que tu escreve, muito bom. Conviver contigo deve ser divertido, é só dar risada das conversas burrinhas.
Claro, tenho certeza que és uma profissional muito capaz, mas....guria como tu é ranzinza.:)

Mary disse...

Parabéns para os holandeses! Pessoas confundem paixão com amor e depois se arrependem.

Láris disse...

Flor, "não se julga um livro pela capa" é, de longe, o ditado popular mais usado por gente feia nesse mundo.

E ó, não sei qual capa de gramática você andou vendo, pq abrir mesmo tô vendo que você nunca abriu nenhuma.

webmaster disse...

Bom dia, estou repssando a dica!

Esta empresa esta elegendo uma cidade no mundo que e a (melhor) em receber com boas-vindas aos visitantes!

Qual é a cidade mais hospitaleira do mundo com os viajantes ?

Pelo link: http://award.lowcostworldwide.com
ou
www.lowcostworldwide.com

flor disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
myiska disse...

tb. adorei q a Holanda ganhou! q absurdo além de cometer falta ainda dar coice no jogador caido no chão. que selvageria . todos sabem perder mas gentinha é gentinha mesmo!1