quinta-feira, julho 8

Meu sais


Preconceito é universal.

Estávamos todos esperando a nova funcionária, hungara, de 46 anos, recém chegada à Holanda, para começar como compradora no departamento ( grupo da colega que casou em dezembro ). Ela deve ser inteligente e com bastante experiência, porque o Diretor Senior reprovou 6 candidatos antes dela na entrevista final. Ela chegou na terça feira, cabelos vermelhos esvoaçantes, 1,80mt, uns 100 kg. Assim que ela virou as costas, a colega recém-casada: grande ela, toch, deve ser muito inteligente pra compensar…

Hoje pela manhã, o diretor medio, chefe do meu chefe, aquele que fica nervoso e manda os outros "be quiet":

K: - Adriana, seu fornecedor devia estar aqui às 11:00, ele tá atrasado. Nem você consegue se entender com "a italianada"…

A: - Ué, porque "nem você"?
K: - A gente já te deu essa conta porque um brasileiro tá mais pra italiano do que um holandês / belga.
A: - Ahn???
K: - A nivel de organização e atenção à um compromisso, os holandeses e belgas estão aqui ( fazendo sinal lá encima com a mão ), os italianos e sul-europeus aqui ( sinal lá embaixo ), e os brasileiros tão aqui, escorregando um pouquinho pra baixo ( sinal no meio, meio-baixo ). Eu trabalhei 4 anos no Brasil e sei bem.

A: - Adriana olha sem fala…
K: - Vocês são assim porque vocês tem muita influência de italianos.
A: - Mas nós fomos colonizados por portugueses!
K: - Tá vendo, é sul-europeu.
A: - Temos muitos descendentes de italianos em São Paulo, um pouco no Sul do país, mas de São Paulo pra cima, não tem quase descendentes de italianos.

K: - Ah, lá pra cima é pior, 80% é negro!
A: - Descendente de Africanos… E eu nunca trabalhei com um africano pra saber se eles são pontuais ou não.
K: - Pfff…
A: - Interessante sua teoria, pontualidade é genética!

10 comentários:

Jaboticaba Preta disse...

Que horror! Esse ai exagerou no preconceito. Infelizmente ele nao eh o unico que se acha superior aos "sul-europeus". Do resto do mundo entao...

Bruno disse...

Oi, Adriana... tenho lido seu blog de vez em qdo, to na Holanda tb, vou e volto toda hora, ainda não dei entrada no visto pra morar com minha namorada, mas até lá vivo por aqui :D

E os holandeses realmente são mais preconceituosos do que a imagem que eles querem passar lá fora... outro dia tinha uma aanbieding no Media Markt aqui perto, a partir das 15h um tal notebook ia ficar mais barato e minha namorada queria comprar, mas não pode, então lá vai o brasileiro sozinho comprar...

Cheguei as 14h40 e fiquei esperando os 20 minutos na frente dos notebooks antes que eu pudesse pegar e tinha uma holandesa de uns 20 e poucos ao meu lado esperando para comprar o dela tb... depois de 10 minutos, os dois lá esperando, ela falou algo daquele jeito deles, quase um sussurro e rápido em holandes, então eu, mto educado "Sorry, mag je wat langzammer praten?"

Quando ela percebeu que eu era "buitenlander", godverdomme, parecia que eu tinha colocado merda em baixo do nariz dela, ela deu as costas pra mim e saiu andando sem falar UM A!

Esse é só um dos casos que acontecem todo dia... com a língua também... viram para o cara do lado, quando eu entendo o que dizem: "o, hij kan al alles verstaan!"

Sim! Incluindo o que vc acabou de falar! É duro... mas a gente vai levando...

Wilma disse...

Sim, com toda certeza preconceito é universal e genético também, e não tem cura, só controle.

Marilia disse...

Preconceito é pura ignorância.
E não tem essa de classe social, cultura, formação. O que fazer? Essas lamentáveis comparações sempre vão existir...
Boa sorte.

Line disse...

EScuto dessas todo dia no trabalho. A última foi de um colega que disse que o nível de ensino das universidades na Holanda está caindo por conta dos estrangeiros, que começam a estudar aqui e não conseguem acompanhar o ritmo "frenético", rs. E ele ainda completou dizendo: "Vá na universidade x por exemplo, você verá que a sala está cheia de chineses, quase não tem holandeses!
Eu particularmente acho que os jovens holandeses andam muito ocupados fumando maconha e tomando energético às 6 da matina, não sobra tempo pra ir pra universidade.

Sheila disse...

Concordo plenamente com a Line ... Pois meu filho estuda em Delft, faz mestrado. Mais que a metade de sala( que já é pequena) é composta por estrangeiros-começando por ele, que veio para cá com 7 aninhos-, e ele me conta que os estrangeiros são muuuuito, mas muuuito mais dedicados e interessados que os holandêses.

Simone disse...

A pior que eu ouvi foi de um holandes falando pra mim e pro meu namorado: as amigas dela vão ficar com inveja porque você tem um namorado branco. (quando ele visitasse o Brasil).

o que agente responde pra um ser desses?

Daniela Pedrinha disse...

Que cara mais mala esse... mas o mundo está cheio desses tipos preconceituosos ou mal informados.

Meu sogro ao ver minha foto pela primeira vez soltou um "Ué, ela é branca?" Disse que me imaginava com a pele mais escura..haha!

Minha avó paterna é negra, mas da mistura de mamy e papy saiu euzinha com os cabelos ondulados, a brancura veio da portuguesada do lado materno.

Como meu sogrinho nunca veio aqui, dou um desconto... sabe lá o que ele anda assistindo na tv sobre o Brasil?

Joaninha Bacana disse...

Só tacando uma tamanca na cabeca!!! Ai que raaaaaaaiva que eu tenho desse tipo de generalizacao!
Beijos, Angie
P.S. Oh calor bravo!

Juli disse...

Afff...ninguém merece esse tipo de situação.