terça-feira, março 10

Estou no último fio da minha paciência...

Não aguento mais essa crise. Fisicamente a preocupação tem acabado comigo, estou com os cabelos em frangalhos, olheiras que chegam nas bochechas e um estômago que eu acho que nem existe mais, consumiu-se nos seus próprios sucos...

Vou tentar explicar o último acontecimento, por favor, tenham paciência de dêem sua opinião, porque o negócio tá brabo.

Como tá todo mundo careca de me ouvir falando, vai ter corte na empresa. Meu departamento escapou do primeiro, que vai ser em junho, e se nada mudar, vai escapar do segundo, que acontecerá em meados de setembro se a economia não der sinais de melhora. Mas "you never know"...

Daí pra frente, ninguém descarta totalmente a possibilidade de ainda mais cortes, e poderemos ser incluídos, já que é difícil uma empresa que demite de tantos departamentos poupar totalmente o departamento de compras.

Se nesse terceiro corte fomos incluídos, o corte terá que seguir as leis holandesas: todo mundo tem que ser dividido em faixas etárias e o mais novo de casa ganha a rua. Minha faixa etária é a que menos tem funcionários, logo estaríamos mais seguros, mas se for alguém, vou eu, que sou a última. O que tem acalmado um pouco meus "nelvos" é que além da chance de chegarmos a um terceiro round de demissões se menor, há ainda uma vaga aberta, que poderia ser cortada caso fosse necessário.

Nosso departamento, como é grande, tem um grupo de representantes. Eles perguntaram na última reunião com o chefão se essas vagas estão abertas e publicadas na intranet só pra "inglês ver", ou se há realmente a idéia de preenchê-las. O chefão disse que ele prefere preencher a vaga e caso o pior aconteça, mandar gente embora, do que ficar com a vaga um ano aberta e nunca haver a necessidade de cortar ninguém. Ele disse porém, que só vai preencher a vaga se aparecer um candidato "apropriado" para a vaga. Considerando que ele é super exigente, e que pra minha vaga 8 candidatos passaram em todas as entrevistas e foram barrados por ele, as chances são pequenas, o mais provável é que a vaga fique lá aberta.

Nós, os funcionários, claro que preferimos as vagas abertas, nos dá uma sensação pequenina de segurança.

Agora o dilema: um colega do departamento de custos, com quem trabalhei no projeto que foi cancelado, que começou a trabalhar na empresa 3 meses antes de mim e é o mais novo contratado do departamento dele, veio falar comigo. Se houverem cortes no departamento dele, ele será o cortado e vendo a vaga do meu departamento aberta na intranet, ele me pediu se, junto à recomendação do chefe dele, eu poderia falar com meu diretor direto e "indicá-lo".

E é aí que eu não sei o que fazer. Se eu indicar e colocar todos os meus esforços ao elogiá-lo para o chefe, aumento as chances dele, mas por outro lado, aumento também as chances de eu ser mandada embora, pois ele é mais velho de casa do que eu. Eu posso também levar o CV dele pro diretor e dizer que o cara me pediu esse favor, e se perguntada, dizer que meu contato foi superficial, e que eu não saberia dizer se o cara seria bom ou não pro departamento, o que não deixa de ser verdade.

Quando eu falei pra um colega do departamento sobre esse outro do departamento de custos, ele me disse na lata: você não deveria indicá-lo, pois se a coisa ficar realmente feia, ele fica e você vai. Tremi. Mas por outro lado, se nada acontecer, eu estarei prejudicando as chances dele, e o cara tem família e filhos.

A história é bem confusa, mas deu mais ou menos pra entender?

O que vocês fariam, indicam o cara, ou ficam quietos torcendo pra vaga ficar lá aberta?

11 comentários:

Anônimo disse...

Indica minha querida, vc parece ser gente boa.

Os três amigos disse...

Na boa Adri, indica o cara. Do jeito que a crise, quem vai abrir o bolso para fechar vagas quando se está demitindo gente? Um abraço Ana

Juliette disse...

Indica sim...nao acho que voce vai perder sua vaga...eles ja perceberam sua competencia e minha intuicao diz que voce fica.

Ju

Claudinha disse...

indique o cara, mas bem light

Sheila disse...

Entendo sua duvida, mas eu acho que correria este risco. É muito bom poder ser solidária e tentar ajudar, acho que seu chefe até levaria em conta essa atitude generosa de sua parte.

Boa sorte na decisão!!

Marcia-Rotterdam disse...

Eu só apresentaria o CV dele, sem grandes recomendações. Você pode salvar o emprego dele, mas quem vai salvar o seu?

Dani dutch disse...

Dri eu também indicaria, por mais que poderia correr o risco, e por outro lado eu também não acredito que em caso de cortes no seu departamento seja vc que eles mandariam embora não, porque como vc mesma disse seu chefe é exigente e gente pra trabalhar tem muita, mas gente que realmente trabalha e pega no batente é dificil viu, por experiência própria, e este tempo todo que vc está na empresa já perceberam que vc veste a camisa!!!!!

Anônimo disse...

Não indique ele é holandes não crie cobras ...cuidado ....

Anônimo disse...

Eu indicaria sem me aprofundar, literalmente só levando o cv dele e deixando a coisa meio superficial. Acho que até aí cabe a vc, depois disso, já é problema dele. Pára de se preocupar demais com a crise, vc nem sabe se vai estar viva até lá, ou se vai aparecer um emprego melhor, ou se seu marido vai mudar pra Suécia (que tá implorando por holandêses imigrantes nesse momento por excesso de trabalho e falta de pessoal), enfim, vive o dia de hoje e tenta fazer o que está ao seu alcance: poupar um pouquinho, gastar menos, enfim, essas coisas. Mas viva o seu dia, viva a sua vida fora do seu trabalho também! A crise, segundo as previsões só começa a melhorar em 2012 - até lá vc vai aparentar uma velha de 90 anos e ainda por cima mal humorada se continuar assim...
força, calma e paciência, literalmente. Não deixe se abalar por um problema que vc não pode resolver!
Menina, dinheiro e trabalho é muito legal, mas não é tudo. São coisas literalmente substituíveis. E pelo que percebo vc tem talento, então porque tanto medo? Chega a ser quase infantil. Confie mais em vc e deixe rolar, curte o restinho de inverno com seus gatos e marido em vez de ficar sofrendo com problemas que vc não pode resolver. E de novo: dá uma força pro teu amigo da empresa, mas sem se prejudicar!

kenia disse...

Eu só entregaria o CV e diria que não sei se o cara é bom para aquela vaga, o que é verdade!
Fica tranquila que a crise logo vai passar e vc vai continuar firme e forte no seu empreço. Força, mta força nessa hora!!
Bjs

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,