sábado, março 14

Respostinhas

Fe: eu acho sim que criança precisa de estabilidade, como eu cito, ter amiguinhos constantes, não mudar muito de escola. Rafa tem 3 anos, mudanças de casa ainda não a afetam, mas eu tenho certeza que quando ela tiver 7, numa boa escola, com amigos legais, com aquela vidinha social de criança, que você vai tão facilmente mudar de um lado para outro.

Márcia: eu não entendo muito to sociale woning aqui, só sei que minha antiga empregada se inscreveu em Roermond ( sul da Holanda, menos concorrido ) e já estava há 5 anos esperando. Eu moro ao lado dum bairro 100% sociale woning, e o nível do povo é bem baixo, não querendo ser esnobe mas já sendo. O governo está agora reformando todas as ruas e fachadas desse bairro, porque a cidade toda reclama. Não seria algo pra nós.

Holandesa: acho que você não entendeu meu post. É óbvio que qualquer controle social de natalidade é hediondo, como a política de 1 filho chinesa. O meu ponto é que as pessoas deveriam ter mais bom-senso na hora de ter filhos e não fazê-lo quando vivem com recursos financeiros muito limitados. Emprego fixo perde-se? Claro. Depois que TODOS os temporários perderam, vide a situação na sua empresa e na minha, e em qualquer outra, quem foram os primeiros a ganhar a rua? Casa perde-se? Clááááro, mas você mesmo me disse que tem um seguro para o caso de perder o emprego. Isso é possível numa casa de aluguel? O meu ponto é que todos nós, que não somos ricos, vamos passar por altos e baixos financeiramente, mas os pais deveriam proteger os filhos de passar pelo stress com eles. Em casa, quando eu era criança, várias vezes tivemos que apertar o cinto, mas o que eu e meu irmão notávamos é que o Restaurante Demarchi sagrado dos domingos era abolido, que minha mãe comprava menos roupas pra gente e quando fazia eram mais simples, que no supermercado podíamos escolher um tipo de "Danone" e um tipo de salgadinho...

E será que os exemplos da minha família são exceção ou regra? É só na minha família que neguinho perde emprego sem ter um puto na poupança e vem pedir dinheiro emprestado para coisas básicas como pagar a conta da luz? É só na minha família que a tia vem pedir ajuda pra comprar material escolar? É só na minha família que faz-se a "casa dos fundos" porque não tem mais nem como arrumar fiador pra conseguir alugar uma casa? Me desculpe, mas eu vejo sim gente simples que rala, paga aluguel, tem 3 empregos, e acaba criando razoavelmente bem seus filhos, mas vejo no Brasil muito mais gente com nome no SPC, com contas atrasadas, vendendo vale-transporte pra comprar a janta, e os filhos que deveriam estar curtinho a infância, estão preocupados se vão ter ovos de novo no jantar.

14 comentários:

Anônimo disse...

Adriana, so em ler as estorias da sua familia me da arrepios. Nao, nunca teve nada parecido na minha familia, gracas a Deus, e olha que e' familia grande. Esta' na cara que e' por isso que voce e' tao apavorada, radical e neurotica com relacao a dinheiro/familia, tambem, vindo de uma "disfunctional family" como esta, quem nao seria...

Andrea disse...

Meus pais, meu pai principalmente, sempre foi extremamente rigido nessas questoes... Trabalhou feito louco pra poder dar seguranca financeira pra familia. So comprava o que podia, tinha (tem) horror a divida, ate porque foi pobre quando crianca.

Eu sempre achei certo essa atitude dele. A unica vez que dei um cheque pre-datado, pra comprar um jogo de computador, levei um espalho brabo. Ele exagerou um pouco, com certeza pelo trauma que passou quando crianca, mas essa licao eu aprendi bem. A gente precisa mesmo ter responsabilidade financeira, principalmente quando tem filhos.

Anônimo disse...

muito legal na teoria...planeja planeja planeja e aí se num fica pobre endividada desempregada por causa da crise fica doente por causa do stress...que vida maravilhosa! Já se perguntou o que veio fazer no mundo santa? reveja seus conceitos, reveja sua vida minha cara!

Dani dutch disse...

Concordo com o planejamento financeiro, pois minha mãe sempre nos ensinou,cortar os desperdícios, primeiro pagar as contas e sempre ter uma reserva, nem que seja minima e se sobrar dinheiro sair as compras, caso contrário, contentar-se com o que tem.... e eu tenho isso comigo.
E precisamos planejar as coisas sim, pois vejo muitas pessoas se individando por falta de planejamento.

Monica Peres disse...

Quem tem blog "posta" o que quer.
Porque opinião é que nem umbigo, cada um tem o seu.
Quem lê, faz porque clicou no link e chegou lá ... 100% livre-arbítrio.
Quem tem blog aberto a comentários, coisa que eu particularmente acho certa, deve esperar todo o tipo de reações ... porque quem lê também tem a sua opinião, como também tem seu própio umbigo ...

Mas escrever comentário contundente (agressivo/desrespeitoso/nonsense) sob a alcunha de "Anônimo", é Ûóóóó!
Meu grande abraço as AndreaS, HolandesaS, MarciaS, DaniS, MônicaS da blogesfera, que discutem virtualmente as coisas do dia-a-dia com um mínimo de dignidade.
Aos "Anônimos" .... blééé´.

Dri,
Gosto de planejar TUDO.
Sou taurina.
Mas hoje eu vejo que a VIDA agente até planeja, o DESTINO - não.

bj
bomfimdi

Holandesa disse...

Dri,
Vamos por partes como diria Jack, o Estripador.

- Em primeiro lugar, pode ser que eu tenha te entendido errado e o que vc quiz dizer como lei ou sistema no post anterior tenha sido mais como ironia ou sarcasmo do que realmente uma idéia de como resolver os problemas dos outros, por que como vc mesmo disse seria uma idéia absurda!

- Segundo, concordo com vc que as pessoas que decidem ter filhos devem ter o mínimo de bom-senso, além de saber assumir responsabilidade pelos seus atos e decisões. E infelizmente, não é só na sua família que existe esses casos de pedir dinheiro emprestado para o outro parente que tem uma situação um pouco melhor. Na verdade, tem até neguinho que sabe que papai e mamãe tem grana e abusa da situação, mas se papai e mamãe aprenderem a dizer "não", neguinho vai ter que aprender alguma coisa, não é?!

Existe também um quarto ponto em toda essa história. Todas essas dificuldades que vc passou te ensinou algo, entre elas a dar valor as suas coisas e conquistas. E infelizmente, eu já ví também muuuuuito neguinho na minha família que ganhou TUUUUUDO dos pais e são infelizes, insastifeitos, rebeldes, mimados e arrogantes. E os pais ficam chorando suas pitangas dizendo que não entenderam por que seus filhos são assim, já que eles sempre deram tudo pra eles...

Moral da história: bom-senso e responsabilidade ou vc tem, ou vc não tem. Não vem ou se compra com o dinheiro.

Sobre os quesitos: é verdade que quem tem contrato temporário perde primeiro emprego. Isso é fato. Mas, vc sabe que quem tem contrato fixo também não tem garantias em reorganizações de empresa. Eu já vários casos desses.

Sobre seguro contra desemprego para que mora em casa alugada, é sim possível de fechar! Verdade é que a maioria das pessoas não sabem ou não fecham por que acham que estão jogando dinheiro fora.

E vamos adicionar mais uns detalhes aí:
Na Holanda, em caso de perda de emprego, depois do plano de assistência da empresa & governo, quem mora em casa alugada, não tem um mega-salário ou um parceiro que tenha um bom salário, tem direito a "WWB uitkering". Quem tem emprego e perde, mas o marido recebe acima da norma do "uitkering" (assistência), não tem direito e tem que viver as custas do marido. Fora isso, não pode ter "vermogen" (bens) acima de uma quantia X. Ou seja, poupança tem que se esgotada primeiro e depois vem a venda da casa própria...

No Brasil? Se faz o quê?! Pede-se ajuda para os parentes e vai numa igreja ou centro espírita pedir ajuda para os santos! Por que no Brasil, nem que é rico, está livre de perder tudo...

Anônimo disse...

Para quem é pobre mas inteligente e com acesso à educação no Brasil, existe a opção do emprego público. É ir para prestar concurso mesmo. Daí, nao perde o emprego nunca.

Quem e pobre e não teve boa educação e nao tem saco de estudar, aí pega.

Ana disse...

Gente eu nao ia comentar, mas as malas Anônimas realmente largaram algumas pérolas que merecem resposta:

Pérola number 1 : nunca teve nada parecida na minha familia.

Conselho 1 : Phopha, espera que a vida é longa, se a sua família é grande continua rezando e confiando que os problemas vão chegar (e por favor guarda um dinheiro na porpança pra poder pagar a internação da parentada na hora H).

Pérola number 2 : pra quem é pobre mas inteligente e com acesso à educação no Brasil, existe a opção do emprego público.

Resposta: Anônima Phophys, você tem certeza que viveu no Brasil ou na Disney ? As pessoas que você chama de "pobre" no seu pais, sao mais de 42 milhoes de pessoas (esses nao tem poupança, nem empregada, babá, casa própria, e outras coisas mencionadas por aqui como sendo corriqueiras). Você acha mesmo que concurso publico é opçao válida pra essas pessoas ?

Marcia-Rotterdam disse...

Boa parte do que eu ia comentar a Ana e ( em partes) a Holandesa já falou!
Só quero acrescentar que antigamente não tinha quase fila para pegar a casa de aluguel, me lembro que meu ex-marido disse que em Almere no começo era possível se inscrever e já pegar as chaves quase em seguida, e não faz muito tempo, uns 15 anos atrás. Hoje, claro, tem fila de espera em Almere como em todo lugar. E eu moro em Rotterdam, a terra do sociale woning, mas tem bairros com casas nesse esquema que não são ruins, especialmente os mais antigos. Não se pode chamar o Westerpark em Amsterdam de bairro ruim, e é lá que eu tenho colega que mora por 250 eurecas por mês, enquanto eu me esfolo aqui com a minha hypotheek.
Ás vezes penso que ser pobre aqui compensa mais...

Laura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Laura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Laura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Laura disse...

Dri,
Concordo com o ponto de vista da Holandesa.
Quanto ao meu comentário,
eu adorava os teus posts antigos.
Lembrava da Miranda de Sex and the City, sarcástica mas engraçada na maneira dela.
De um tempo pra cá, o tema gera sempre em torno de gravidez, crise, emprego, familia.
Esses temas realmente te pertubam.
Relaxa,
boa semana.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,