quarta-feira, junho 24

Então...


Uma parte do meu estar puta da vida é causado pela situação aqui na empresa.

A empresa nos comunicou que teremos redução de jornada, mas como sempre, meu departamento é a exceção e, como sempre, ninguém nos comunicou nada. E no mesmo dia que o presidente da empresa comunicou que a empresa pediu redução de jornada ao governo porque estamos "over staffed", meu diretor me pediu para cancelar minhas férias, e eu, que nem precisei dizer não, disse que o faria se a empresa pagasse meu pacote turístico. O diretor até perguntou quanto era, mas quando eu disse, claro que achou caro, mas pediu, já que eu chego numa quinta-feira, para que eu venha trabalhar na sexta. Tive que dizer não.

Mas o que mais me encana, é minha situação, se ficar o bicho pega se correr o bicho come. Nos últimos 5 meses eu trabalhei num projeto de um fornecedor que faliu. O fornecedor substituto foi escolhido, agora é meio que levar com a barriga, mas até então eu trabalhei como um elfo doméstico, sexta passada saí daqui às 9 da noite, na segundo comecei 7:15 ( trabalhar antes das 8 é contra meus princípios, mas tive que ). Como gostaram de como eu levei o projeto, me colocaram como project leader de outro fornecedor que faliu. Quando ouvi que eu seria project leader fiquei super contente, são poucos os que chegam lá, além de ser um projeto legal, enorme. Só que minha alegria durou pouco, porque também fui informada que o Project Manager será o Diretor Bonzinho, que apesar de bonzinho, não faz nada a não ser o que envolva aparecer na frente do big boss. Nesse meu projeto anterior, 50% do meu trabalho era na verdade trabalho que eu fazia no lugar dele.

Sabem, trabalhar até tão tarde todos os dias tem um custo que eu não sei se eu estou a fim de pagar novamente. Foram meses de comidas congeladas porque eu chegava tarde e cansada demais pra cozinhar. E roupas empilhando no cesto. E eu mal via o Bart e meus piolhetos. Nos fins-de-semana eu estava sem vontade de fazer nada a não ser deitar e ler um livro ou ver um filme. Eu não quero continuar vivendo nessa falta de balanço, tenho uma casa pra terminar, tenho um marido pra dar atenção.

Hoje o Diretor Bonzinho tinha que apresentar o status do projeto pro Big Boss. No meu departamento eu sou a project leader de Plásticos e meu colega de Espumas. O Diretor Bonzinho veio pra fazer a apresentação, e eu, besta, já sabia que ía sobrar, por isso um dia antes já tinha falado com todos os departamentos e pegado as informações. Estava tudo prontinho. Quando ele foi sentar com o meu colega, ele, que já tem certa idade, já trabalha aqui a 25 anos, educadamente entregou ao Diretor Bonzinho 4 slides com a parte dele e só. O Diretor Bonzinho ficou vermelho e disse que faltavam as informações da engenharia, do laboratório, que faltava tudo! Sem levantar a voz um decibel meu colega disse que ele era responsável por compras, qualidade, finanças e logística, e que as informações dos quatro grupos estavam ali. E sentou na mesa dele, e atendeu ao telefone que tocava. O Diretor Bonzinho ficou azul. Ele sabe que meu colega está certo. Ele sabe que ele não pode ir ao nosso diretor e dizer que o colega não fez isso ou aquilo, porque não é responsabilidade do colega. Só sei que azul de raiva ele saiu e foi colher os dados nos outros departamentos. E eu, que não sou burra nem nada, na semana que vem farei o mesmo.

Sabem, eu sei que ainda terei que ralar muito, sei que muitas vezes terei que ficar até mais tarde ou chegar absurdamente cedo, mas sacrificar minha vida familiar pra fazer um trabalho que não é meu, pros outros colherem os louros, não farei mais. No fim, é o diretor bonzinho vindo trabalhar de Audi-lease e eu de bicicleta. Chega!

Essa parte está resolvida. Ainda será um trabalhão, e sei que vez ou outra ficarei até mais tarde, mas não mais todos os dias. Só falta agora decidirem aqui em que dias trabalharemos e se entraremos na redução de jornada ou não.

O resto meus amigos, é resolvido com uma caipirinha de morango durante uma longa ligação via Telestunt com sua melhor amiga no Brasil, muitos risos e à conclusão inevitável de que somos umas barangas mesmo. Cè la vie.

5 comentários:

Ana disse...

Dri, amo seu blog mesmo não tendo o meu. Aqui na empresa que trabalho (SP) tb tem redução.Seus coments são hilários. Força, bjas

Rein disse...

Pois e Dri... e assim mesmo. Quando me mudei para ca na mesma epoca que voce, cheguei a fim de abracar o mundo ou melhor a Holanda em tempo recorde. Mas depois de um certo tempo ralando na empresa ... percebi que minhas prioridades mudaram. Passei um tempo trabalhando como burro de carga para mostrar que sou competente e assim me desenvolver na empresa...mas depois de muitas noites de trabalho, finais de semana trabalhando e chegando na segunda no escritorio com aquela sensacao de que nao tive fim de semana... larguei mao. Nao que nao queira crescer e me desenvolver, mas percebi que esta nao e minha prioridade e sim ter mais tempo para meu marido, minha casa, ter animo e energia para fazer algo no fim de semana, cuidar do meu corpo... me preparar para a maternidade...enfim muita coisa. Sei que se a promocao tiver que vir ela vira...mas a seu tempo, entao estou feliz onde estou agora, Nao sou manager disto ou daquilo, ralava..ralava para fazer um trabalho excelente para meu diretor, ele ganhava os cumprimentos pelo trabalho bem feito, eu ficava sem fim de semana e passava noites trabalhando para isso, eu engordei porque estava sem tempo de ir para a academia e no final do dia ele ia embora com seu Audi / BMW lease e eu de bicicleta, onibus para casa. Por isso cheguei a conclusao de quem tem que gostar da gente e a gente mesmo... e ser promovida mas perder o marido, ficar gorda, nao ter tempo e energia para aproveitar os finais de semana, para mim nao vale a pena. Bom...forca e sucesso na sua batalha!!! Abraco.....
Dani - Arnhem

Marcia-Rotterdam disse...

Típico, esta é a história do trabalhador allochtoon aqui, você rala para o kaaskop levar os louros. Por essas e outras eu não fico nem um segundinho a mais da minha hora, e se fosse você faria o mesmo.
Para os de fora - kaaskop=cabeça de queijo, literalmente ( gíria para holandês)
allochtoon - estrangeiro.

Marcia-Rotterdam disse...

E caipirinha, só de limão e maracujá mesmo para mim, mas cura todos os males.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,