terça-feira, junho 30

Pão de Queijo

Sempre que me perguntam qual é a primeira coisa que se deve fazer ao imigrar para um país qualquer, eu digo: procurar alguém que te ensine a achar as coisas.

Pra mim, foi a Alice, que me ensinou até onde achar cotonete. Mas essencial mesmo é achar ingredientes substitutos para suas comidas favoritas, sabendo que vai ter muita coisa que vai ficar de fora, e que você só vai comer mesmo quando for ao Brasil. Aqui na Holanda, temos o site http://finalmentebrasil.nl/ mas quem tiver curiosidade, dê uma olhadinha nos preços, salgadésimos.

Eu me forcei a esquecer coisas tipo mousse de maracujá ( o suco concentrado é válido só por 6 meses, é ruim de trazer do Brasil e aqui custa caro ), bolo de fubá com goiabada, sequilhos... Do Brasil trago só mesmo farofa e feijão. E trago Rodasol, que aqui não vende.

Mas uma coisa que praticamente todos os brasileiros no exterior sentem falta é o pão de queijo. Ah, quentinho, assando no forno perfumando a casa toda, com um cafézinho passado na hora... Não, esse não dá pra ficar sem!

A solução mais fácil são aqueles saquinhos da Yoki, e até o ano passado, eu trazia do Brasil ou pedia pra comprarem no caboverdiano de Rotterdam. Nessa última ida ao Brasil, assistimos, minha mãe e eu, um programa de TV falando sobre os produtos químicos em misturas preparadas, e dos exemplos que deram, um dos piores era o pão de queijo. Além de conter um valor acima da média de conservantes e acidulantes, é carregado no famigerado glutamato monossódico, salitre para os íntimos.

Foi então que minha mãe lembrou da receita da minha adolescência, a primeira que aprendi a fazer: pão de queijo de liquidificador. Você bate os ingredientes, coloca nas forminhas de empada e assa. Nas festinhas era o maior sucesso.

Trouxe a receita e como aqui na Holanda se acha o tapioca starch ( polvilho doce ) fácil nas lojas asiáticas, ando me refestelando de pão de queijo, que já aprendi a fazer na coqueteleira, apenas 1/3 da receita, já que o marido não curte. E não deve ter pontos no Vigilantes, não está na listinha! Ho ho ho.

Para minha surpresa, há alguns meses saiu a receita no site do Rainhas do Lar, até liguei pra minha mãe pra contar. De lá, peguei umas fotos pra vocês verem.

A receita é:

3 ovos
3 xícaras de polvilho doce ( tapioca starch )
1 xícara de leite
1/2 xícara de óleo
200 gr de queijo duro ( tipo parmesão )
sal ( eu coloco 1 boa colher de sobremesa )

Bater tudo no liquidificador, colocar em forminhas de empada ( ou uma forma de muffins ) e assar em forno pré aquecido a 180 graus. Não precisa untar a forminha, e coloque só 1/3 da forminha de massa, vai crescer pacas. Uma receita rende umas 40 forminhas médias.





Além de baratésima, a vantagem da receita é que você sabe o que vai nela. Eu coloco ovos com Omega3, óleo de girassol, leite desnatado, sal marinho. Especialmente pra quem tem criança, pra que ficar entuxando os estomaguinhos deles com essas químicas esdrúxulas, e especialmente, pra que bombardeá-los de salitre?

Tentem, povo, vocês vão gostar!

10 comentários:

Ana disse...

eu nunca vi tapioca no super do Canada, mas aqui tem sempre. Eu adoro essa receita, é muito melhor que a Yoki massuda, o unico problema é que a gente nao come um soh :-)

sigrid costa disse...

Amei. Vou tentar. Achei tapioca num supermercado minùsculo aqui em Melfi, onde vendem tambèm o famigerado leite condensado. A tapioca sao em graos bem grandinhos, tipo de açucar cristal. Serà que este trem derrete???

Adriana disse...

Sidrid, é tapioca starch, é um pó finíssimo, não é esse em grão. Em grão eu não sei se funciona, acho que não.

Eliana disse...

Obaaaa, vou testar já esta receita. Valeu!

Marina disse...

Dri, eu tinha visto essa receita no site das Rainhas e já está gravada aqui no meu pc. Quando me mudei para a Holanda em 2002 sempre levava os tais saquinhos da Yoki. Depois de uns anos parei pois tenho uma amiga que faz super bem e eu congelava. Agora quando voltar para a Holanda ficarei com a receita de liquidificador pois é prática e super fácil de fazer.

Wilma disse...

essa receita é boa mesmo e ainda tem a vantagem que pao de queijo nao tem glúten. Pena qe tem gosto de quero mais.

Sheila disse...

Hhhhhhhuuuummmmmmmm!!!!!!

Delííííííícia!

Obrigada pela dica!

A Dona do Bloguinho disse...

Eu odeio chover na horta dos outros, mas cada pão de queijo, daqueles pequenos, tipo coquetel, é 1 ponto dos Vigilantes...

Marcia-Rotterdam disse...

Ai que diliçaaaa! Vou fazer já este fim de semana!
O nome do polvilho em holandês é tapiocameel, mas não gosto muito desse tailandês, como a sortuda aqui mora em Rotterdam eu pego logo o Yoki do EuroAfrica (a loja caboverdiana).

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,