domingo, agosto 9

Redação: Minhas férias

Essas foram as primeiras férias em alta temporada, e espero que sejam as últimas. Tudo mais caro, avião lotado, crianças pra absolutamente todos os lados, um calor de interior da Bahia em pleno verão...

Antes de viajar eu estava muito preocupada com duas coisas: o hotel e a lotação. Escolhemos o hotel Lindos Mare, que até o mês passado era o número 1 do Tripadvisor. O dono do Lindos Mare abriu um novo hotel, adults only, cinco estrelas, lindodivinoemaravilhoso, como diz a Holandesa, pegado ao Lindos Mare, chama-se Lindos Blu, e é, desde o meio de Julho o número um no Tripadvisor. Claro que babei no hotel, pricipalmente por ser adults only, mas mandei um e-mail e quase caí dura: um upgrade da junior suite para um quarto standard no novo hotel ficaria em 280 euros por dia por quarto. Fiquei desapontada, claro, mas realmente não tô podendo pagar essa grana toda num upgrade. Aliás, o upgrade em si custaria mais que o pacote original. Mas fiquei contentinha, porque só por ter mandado um e-mail interessada no novo hotel, ganhamos um jantar "cortesia" no restaurante do Lindos Blu.

Tirei o dia anterior à viagem pra fazer compras de última hora, e juro que nunca mais. Crocs nova, shampoo Kerastase, máscara de mergulho pro Bart, spaguetti tops, remédios básicos, cada coisa num lado diferente de Eindhoven. Por causa da quase-falêcia da Crocs, agora tem uma loja só em Eindhoven vendendo os benditos.

Na quinta, fomos super cedo pro aeroporto, já tínhamos feito o check-in online mas estávamos com medo das fila do bagagge drop in point. Mas embora o aeroporto mal tivesse lugar pra sentar, despachar as malas foi fácil e sem filas, nos restou ficar quase 3 horas esperando o vôo no minúsculo aeroporto de Eindhoven. Já dentro do avião, taxiados, pronto para levantar vôo, o avião pára, motor desligado. 10 minutos passam, deve ser tráfego, motores ligados, re-taxiamos, e puf, motores desligados. O piloto avisa: estamos com uma falha técnica, os peritos estão a caminho, o problema é que eles estão em Schiphol. Todo mundo xinga. Desembarcamos. Vai demorar mais que o previsto, horário do spits ( rush ). Ganhamos voucherzinho de 15 míseros euros pra jantar. Parte do avião, os homens caipirões, decidem beber até o avião estar pronto. Outra parte, também cairipões, ficam todos alegrinhos com os 15 euros pra comprar comidinha. Outra parte, os desesperados, começam a ligar pra agências de viagem, pra hotéis, pra parentes, pra avisar do atraso ou pra reclamar. E uma boa parte, como nós, respira fundo e vai pro restaurante gastar os 15 euros de misericórdia, dizendo bye bye pros planos de jantarzinho à beira-mar regado a champagne.

O avião ficou pronto às 11 da noite, 7 horas de atraso, quase 10 de van den Broeks no aeroporto de Eindhoven. Tivemos ainda que voar pra Amsterdam pra pegar um novo crew, chegamos em Rhodes 5 da manhã, enlatados no miserável 737 da Transavia. Arkefly dá de mil a zero.

A Hertz está milagrosamente aberta, e pela mísera taxa ( cof cof ) de 30 euros, podemos pegar o carro ainda de madrugada. Tom Tom não tem a ilha mapeada, vamos com mapinha de papel. Ó céus, essas férias estão me saindo pior que férias frustradas.

Chegamos no Hotel, na baía de vlicha, ao ladinho de Lindos, vista espetacular. Na recepção, nossa sorte começa a virar: ganhamos, sem pagar um tostão, um upgrade para o Lindos Blu, para toda a estadia de 15 dias. Eu nem podia acreditar, eu NUNCA ganho upgrades, quanto mais um nesse valor! Fomos todos felizes. Ao chegar na recepção do Lindos Blu, nem podíamos acreditar, é puro puro puro luxo! Fomos super bem recepcionados, levaram nossas bagagens pro quarto, foram explicando as "facilities" do hotel, e a cada andar nosso queixo caía mais.

Nosso quarto não era dos mais caros do hotel, claro. Nos deram um quarto equivalente ao que reservamos no outro hotel, uma junior suite. Quando abrimos a janela, quase caímos duros, que vista!!!! O quarto era todo moderno, cama kingsize, tela plana, banheira com hidro, um desbunde, apesar de meio pequeno. Ficamos um pouquinho na varanda olhando o nascer do sol e fomos dormir.

O hotel salvou nossas férias. Demos uma olhada no Lindos Mare e teríamos sim nos afogado num mar de crianças barulhentas. No Blu, os casais mal ocupavam a metade da área da piscina. O relaxamento era completo, com lounge music, ou jazz, ou até pop music tocando suavemente nos auto-falantes. A piscina infinita normalmente tinha um, quando muito dois casais nadando ou apreciando a vista. Nos 15 dias que ficamos ali, nunca tivemos que acordar cedo pra "reservar cadeiras com toalhas", a pior desgraça da maioria dos resort que ficamos. Aliás, antes da 10 da manhã não tinha viva-alma na piscina. Ah, as vantagens de não se ter creonças...

Os jantares eram um capítulo à parte. O restaurate ficava ao lado da piscina, olhando sobre a baía, do alto da montanha. Espetacular. A comida era muito, muito, muito boa. A la carte todas as noites. Começava com sopa, e apesar do calor, eram ótimas. Aí tinha um buffet de "starters" frios e quentes: saladas, pães, queijinhos, umas carnes simples, até lagosta teve. E três escolhas para prato principal, normalmente uma carne vermelha, um peixe, e um prato vegetariano. E pensar que eu tinha ficado felizinha de ter ganhado um jantar nesse restaurate: jantamos lá todas as noites!

E gostamos muito de Rhodes. O mar é tranquilíssimo, limpo, azulzinho, uma delícia. Como tínhamos o carro à nossa disposição pelos 15 dias, ficávamos na piscina até as 3 da tarde, quando o sol estava a pino, íamos pro quarto tomar banho e refrescar um pouco e às 4 ou 5 saíamos pra conhecer as cidadezinhas ao redor. Gostamos muito de Pefkos, a uns 8 km de Lindos. E fomos várias noites pra Lindos. Aliás, Rhodes-capital e Lindos são ultra charmosas, ambas cidades medievais, com ruelinhas estreitas, labirintos e mais labirintos de lojinhas, cafés, restaurates. Gostamos mesmo.

Com o carro, cruzamos a ilha diversas vezes para as partes mais verdinhas. Fomos à um floresta de borboletas, fomos à cidadezinhas na montanha, visitamos vinícolas, compramos mel direto do produtor.

Entretanto... o calor atrapalhou sim. No weather channel as temperaturas máximas registradas em Agosto são de 31 / 32 graus, mas chegamos a pegar 43. Não sei se nos sites mentem, se a temperatura é medida à sombra, ou se nesse ano o verão foi muito escaldante, mas estava calor pacas. Como gostamos da ilha pretendemos voltar um dia, mas com certeza não será em julho/agosto, lá pra maio ou outubro deve ser tudo lindo demais.

No fim, o hotel salvou mil vezes nossas férias, teria tudo sido um desastre se tivéssimos ficado no hotel Lindos Mare lotadésimo, com crianças pra todos os lados. Mas chegamos a algumas conclusões baseados na estadia do Lindos blu. Primeiro é que temos que baixar nossos standards pras próximas férias. Em dezembro passado demos uma sorte de achar o Iberostar Bahia com bons preços, e antes disso o Royal Playa del Carmen. E agora foi uma sorte temos ficado no Lindos Blu, porque bancar mesmo, não podemos, uma diária simples está na casa dos 500 euros. Nossos próximos hotéis não serão tão luxuosos, e se a gente não se adaptar, ficaremos sempre decepcionados. E em segundo, é que não adianta, somos classe média, e pra gente, um all inclusive ainda é a melhor opção. Uma Coca de 250ml no Lindos Blu custava 3,2 euros, uma garrafa de 1 lt de água 3,80 euros, não dá pra bancar água e refrigerantes pra dois adultos num hotel desses, pelo menos não dá pra gente. Compramos garrafas dágua e latinhas nos mercadinhos da região, mas nunca estavam estupidamente gelados como eu gosto na hora do mergulho na piscina, mesmo com a minha beach bag com insulação térmica. Nos jantares as bebidas não eram incluídas, e nós normalmente pedíamos 2 cocas ou 2 iced teas, e a conta dos refris do jantar, sozinha, deu mais de 100 euros. Vimos várias pessoas comprado água e refris fora como a gente, e na hora do almoço a taberna mais próxima parecia uma sucursal do hotel. Mas também pudera, no hotel um Cheeseburger com fritas custava 19,30 euros, na taberna 5,20 euros, e era gostoso! Comemos muitos sanduíches "gyros", o original espeto grego, e eram baratos e deliciosos. Mas descer até a taberna no sol das 13 horas, quando está ao redor de 40 graus não era legal, legal mesmo tería sido comer no hotel à beira da piscina.

E agora é voltar pro batente e começar a planejar as férias de Dezembro, se é que vou tê-las.

3 comentários:

Cido disse...

Dri, que bom que curtiram as férias apesar dos pesares. ;)
Pensei MUITO em você lá em Porto Seguro... "A Dri ia morrer aqui"... hahaha. Depois escrevo te contando.
E força na peruca na volta ao trabalho. Eu voltei na semana passada, mas ainda estou naquele banzo básico pós-Brasil... ai ai
Beijo

Ana disse...

Dri, as férias apesar do "drama" da viagem de ida, pelo jeito foram otimas. E que tal era a praia e os restaurantes locais, vc falou mais da piscina. beijocas.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,